logotipo vinhos.online

 

Este Site é independente!
Não está associado a nenhuma entidade produtora, engarrafadora, distribuidora, reguladora, ou quaisquer outras.
"Doureca, Savoy e Casa Santos Lima são as PME Excelência de 2016 "
Notícia in Francisco de Almeida Fernandes e Helena C. Peralta, Dinheiro Vivo Partilhar de 21-12-2017 12:00:00
autor(es): Fátima Ferrão


Empresas foram escolhidas entre as 1500 do ranking geral com base em vários critérios aplicados pela Iberinform.
A Iberinform aplicou os mesmos critérios que definem as melhores grandes empresas à lista das PME, e definiu assim, por sector de actividade, o top 3 de cada um. Os critérios para definir uma excelente empresa são o maior crescimento, a maior exportação, o maior emprego, a maior produtividade, o maior investimento, a maior inovação, a maior rendibilidade e o maior risco.

No ranking geral, entre as 1500 foram definidas as três primeiras do pódio: a Doureca, a Savoy Investimentos e a Casa Santos Lima.

Doureca

A empresa de Paredes de Coura produz e comercializa soluções decorativas de impressão e cromagem, nomeadamente para a proteção automóvel, setor que representa cerca de 90% da sua faturação. Este ano, a Doureca destaca-se de entre as 1500 PME, analisadas pela Iberinform, pela Excelência dos seus resultados nos diferentes indicadores analisados. Grande exportadora, com uma taxa de vendas para o exterior (Europa, América e África) superior a 90%, conseguiu aumentar as suas receitas, entre 2015 e 2016, de 18 para 23 milhões de euros, uma variação positiva de 28,76%. De salientar que, em 2013, a empresa obteve um volume de negócios de 8 milhões de euros. Durante o período analisado, a força produtiva da Doureca aumenta em cerca de 25%, contando agora com 142 colaboradores. A estabilidade é uma das características que apresenta nesta análise, com os níveis de rendibilidade económica a manterem-se praticamente inalterados. As despesas financeiras gerais e com os funcionários cresceram em linha com a evolução das receitas.

Savoy Investimentos

Parte integrante do grupo AFA, a Savoy – Investimentos Turísticos tem vindo a desenvolver o seu papel na hotelaria com a aposta na descentralização do fluxo turístico do Funchal para outras regiões da ilha. Este ano surge no ranking das 1500 PME do país, elaborado pela Iberinform, em segundo lugar do pódio do critério Excelência e, em simultâneo, como vencedora entre as empresas do setor hoteleiro. Para a posição de hegemonia contribuíram os bons resultados dos últimos dois anos, de onde se destaca o crescimento em vários indicadores. Desde logo, o volume de negócios que passou de 12 para 20 milhões entre 2015 e 2016, números que a par com o aumento do valor bruto acrescentado (de 7 para 13 milhões de euros) fazem desta uma das empresas líderes da tabela. A Savoy está a apostar na construção de novos empreendimentos hoteleiros no arquipélago, tarefa que conta com a ajuda de 337 colaboradores, mais 89% em relação ao ano anterior. A rendibilidade das vendas é, igualmente, um critério que mostra a evolução positiva do percurso do negócio: de 11% em 2015 para 28% em 2016.

Casa Santos Lima

A empresa de Alenquer dedica-se à produção de vinhos comuns e licorosos, e registou receitas de cerca de 25 milhões de euros em 2016, o que representou um crescimento de 15% face ao ano anterior. Esta empresa é ainda a vencedora no ranking do seu sector: agricultura, pescas e Indústria alimentar. Atingiu uma rendibilidade das vendas de 19,3% e uma rentabilidade dos capitais próprios de 29,2%. Empregava cerca de 237 colaboradores em 2016, o que representou um crescimento de quase 25% face a 2015. O seu resultado líquido foi de cerca de 4,8 milhões de euros, um crescimento de praticamente um milhão de euros face a 2015. A empresa surgiu para dar continuidade à atividade já desenvolvida pela família Santos Lima há várias gerações. O seu percursor foi Joaquim Santos Lima, que, no final do século XIX, era já um grande produtor e exportador de vinhos. Maria João Santos Lima e José Luís Santos Lima Oliveira da Silva, neta e bisneto do fundador, relançaram a empresa em 1990, tendo procedido à replantação de grande parte das vinhas, melhorado o encepamento das vinhas e modernizando toda a estrutura produtiva.

<< Página Anterior

     

 

Todos os direitos reservados. © 1997-2016 VinhosOnline
Os nomes, logotipos e marcas registadas apresentados neste site são propriedade dos seus respectivos detentores.